Atividades

Atividades turísticas na ilha:
Atividades esportivas: caminhadas, equitação, golfe, tênis, bilhares, musculação, hobie-cat, surf, pesca em mar alto, wake-board, mergulho, kite-surf (aulas e aluguel), pára-quedas ascencional.

Outras lazeres: excursões com guia no interior da ilha, no mar (baleias, golfinhos, arraias, tubarões, tartarugas) aluguel de carro com chofer, passeio na laguna em barco com fundo de vidro, aulas de dança taitiana, piquenique numa ilhota, aluguel de jet-ski, de lancha, ser filmado debaixo d’água, sobrevôo da ilha em helicóptero, excursões com guia no Tahiti, viagem pelas ilhas de avião, de barco / barco privado / barco de cruzeiro.

Lazeres noturnos: tirado (trazido) em boate (o sexta-feira pela noite só), tirada (trazido) para um espetáculo de dança de Tahitian, enquanto restabelecendo com animação musical.

O golfe de Temae, golfe do Pacífico Sul, desenhado por Nicklaus é um dezoito buracos, classificado ” entre 70 ” no circuito oficial. A partir dos cinco buracos do ”lado-montanha”, pode-se ver a silhueta de Tahiti no nordeste, o percurso de onze buracos ao redor do lago de Tema’e e dois no motu (ilhota) de Tema’e, ”lado mar”. A sede, com bar e restaurante, com um longo teto coberto com palmas de pandanus (palmeira local), desenhado por um arquiteto polinésio, é instalado entre o lago natural e um dos lagos artificiais que servem para práticas aquáticas.Desde que colinas verdejantes com gramado floridos substituíram a floresta de pürau (árvore nativa) e os brejos, os residentes locais desfrutam o desaparecimento dos nono (piuns). A mina da montanha é pródiga em água para o gramado e para os habitantes (assim, a água de torneira é muito boa em Maharepa).

Relaxamento:
Se estiver estressado, seu ritmo de vida será acalmado pelo ritmo da ilha e das pessoas. Pode-se então se deixar levar pela indolência insular, tomar banho de mar, ler um romance da estante na sala de estar, relaxar, não fazer nada! Pela manhã, você pode ir a pé até o “chinês” (mercearia), incógnito (se você é conhecido), e cruzar os taitianos do povoado, que também vão a pé, de bicicleta ou de carro.