Moorea

Mo’orea, ilha-irmã de Taiti
A doçura e a constancia dos ventos alíseos impedem o calor forte e asseguram o melhor sol da ilha. Isso explica porquê há menos mosquitos do que no interior dos vales. O ar puro e salino, a limpidez da laguna marítima, a calma, a beleza do jardim e o charme da casa os seduzirão.

O local (o dela, Seu) dele é muito prático, em 4,5 kms do aeroporto, em 17 kms do doca. A rota para ete de Papa dura 7 minutos, 30 minutos em balsa rápida, de avião a 1 hora em balsa. Ela (isto) também é 3 km do golfe, 2 kms do centro comercial de Maharepa (doutores, farmácia, banco). Há 35 lanchonetes (lanches) e restaurantes, galerias e lojas, em uma viga de 5 km (estante). Há a loja de um dono de mercearia e restaurantes mesmo perto.

Provavelmente, Moorea corresponde melhor à expectativa dos turistas do que Bora Bora, antiga base americana durante a segunda guerra. Na história polinésia, como as guerras entre clãs eram frequentes, Moorea acolhia as tropas vencidas que fugiam de Tahiti. O capitão Cook a visitou no fim do século 18. Atualmente, cerca de 2000 moradores de Moorea trabalham no Tahiti. A maioria dos pintores e escultores vivem na ilha em virtude da sua beleza natural e da gentileza da população. Alguns nativos falam inglês, a maioria fala taitiano, que faz parte das línguas faladas no triangulo polinésio Havaí-Ilha da Páscoa (Rapa Nui)-Nova Zelândia (Te-ao-tea-roa). O idioma oficial (língua) é francês.